Dissolução de túmulo de substituto de Hitler provoca manifestação na Alemanha

Cerca de 250 simpatizantes e filiados do Partido Nacional Democrata Alemão (NPD por sua sigla em alemão) manifestaram-se contra a dissolução do túmulo do nazista Rudolf Heß, nomeado substituto de Hitler.Rudolf Walter Richard Heß

A pacata cidadezinha de Wunsiedel, na fronteira com a República Tcheca, têve sua rotina quebrada neste sábado (30), quando 250 filiados e simpatizantes do Partido Nacional Democrata Alemão (PNDA) saíram as ruas para protestar contra a dissolução do túmulo de Rudolf Heß, que em 1933 foi nomeado por Adolf Hitler com seu substituto.
Ainda que a demonstração tivesse sido convocada por outros motivos, o conselho da cidade disse que o verdadeiro motivo pode haver sido a dissolução do túmulo do nazista preso em 1945 na Escócia, depois de fugir durante a Segunda Guerra Mundial.
A Polícia, que já prestava proteção aos manifestantes de direita, entrou em ação quando o primeiro grupo se encontrou com outro anti-nazista. As forças policiais prenderam quatro manifestantes, dois do Partido a Esquerda e dois do PNDA, por porte de arma e armas brancas. Também nas proximações do local, um terceiro grupo de 300 pessoas reuniu-se para uma missa para lembrar as mortes na Noruega ocasionadas pelo ato terrorista de um simpatizantes de extrema direita.
Túmulo
No passado dia 21 de julho foi desocupado o túmulo de Rudolf Walter Richard Heß, 24 anos depois de sua morte. Na cidadezinha de Fichtelgebirge, do outro lado da fronteira, as manifestações de radicais de extrema direita estão proibidas.